“A Lei” (Frédéric Bastiat): Leitura Comentada

Leitura comentada do livro “A Lei”, de Frédéric Bastiat, muito atual para os tempos de hoje em dia.

Bastiat escreveu este livro em 1850, durante a Segunda República francesa, período que se iniciou com a revolução socialista de 1848.

Para ele, a lei é a “organização coletiva do direito individual à legitima defesa.” Vida, liberdade e propriedade são direitos naturais pre-existentes ao Estado, e a lei só seria legítima enquanto se mantivesse limitada a proteger esses direitos.

Como, no Estado socialista, a lei se transforma num instrumento de espoliação, e não de proteção da vida, da liberdade e da propriedade, assim se percebe a perversão da lei.

A solução para Bastiat? Ninguém espoliar ninguém. A solução não está na democracia ou no sufrágio universal. A solução está em restringir a função da lei à defesa da vida, da liberdade e da propriedade das pessoas.

“Deixem-nos agora experimentar a liberdade!” O brado de Bastiat, de 1850, ecoa até hoje, sendo tão atual no Brasil do Século XXI quanto era na França do Século XIX.

Confira aqui o pdf do livro.

Confira também o canal Teodidatas.

Assista também:

Montesquieu e Rousseau

Palestra sobre libertarianismo proferida na UniFacear (1º.08.2018)

Jusnaturalismo em 5 Passos

Direitos naturais X direitos humanos ou direitos fundamentais. Qual a diferença??

Libertarianismo e Direito

A ética argumentativa de Hans-Hermann Hoppe

A falência da social democracia brasileira

Panorama jurídico da educação domiciliar no Brasil

Confira o “Direito Sem Juridiquês” no facebook!

Confira também a página “Libertarianismo e Direito” no facebook!